sexta-feira, 22 de abril de 2016

ALERGIA ALIMENTAR EM CÃES

Proteínas, carboidratos, conservantes, aromatizantes e corantes podem prejudicar a saúde do animal
De difícil diagnóstico, a patologia pode se manifestar por meio de coceira, otite ou lambedura constante nas patas.
Comum em seres humanos, a alergia alimentar é uma doença que também afeta o sistema imunológico dos cães e é desenvolvida pela ingestão de determinados tipos de alimentos. Segundo o drº Luiz Lucarts, médico veterinário e dermatologista do Hospital Veterinário Pet Care, qualquer alimento a que o cão é submetido pode levá-lo a desenvolver o problema. “Carne bovina, ovina, suína, peixes, aves, leite, ovos, entre outros, que contêm elementos como proteínas, carboidratos, lipoproteínas e glicoproteínas, são capazes de desencadear fortes reações alérgicas no animal,” explica o especialista.

Além desses alimentos, alguns produtos de origem vegetal ou que contenham corantes artificiais, conservantes e aromatizantes também estão relacionados. Embora não haja uma predisposição racial definida, raças como Golden Retrivier, Shar Pei, West Highland White Terrier, Boxer e Lhasa Apso estão entre as que possuem maior tendência em desenvolver a doença.

Sintomas e diagnóstico por meio de dieta especial

Geralmente, o principal sintoma da alergia alimentar é o prurido (coceira), que, na maioria das vezes, não fica totalmente evidente no pet. “Este prurido pode se manifestar como otites frequentes, que são as inflamações no ouvido, ou até mesmo pela lambedura insistente das patas,” afirma o veterinário.

Existem vários tipos de dietas especiais para cães que desenvolvem a patologia, porém, cada caso deve ser avaliado individualmente pelo veterinário por apresentar um histórico alimentar distinto. O diagnóstico pode ser feito por meio de uma dieta caseira ou dieta hipoalergênica. “A dieta deverá ser realizada de 8 a 12 semanas. Havendo a melhora do quadro, o animal é submetido gradativamente à sua antiga alimentação para que o veterinário consiga descobrir qual ingrediente é, de fato, o responsável pela alergia,” finaliza o especialista.

Sobre o Hospital Veterinário Pet Care 

Fundado em 1990, o Hospital Veterinário Pet Care oferece a mais completa estrutura de atendimento clínico, cirúrgico e diagnóstico para pequenos animais. Seu corpo clínico é constituído por mais de 80 veterinários e especialistas altamente qualificados, com formação nas melhores escolas de Medicina Veterinária.

Com atendimento 24 horas para casos emergenciais, o hospital atende a diversas especialidades (entre elas cardiologia, neurologia, ortopedia, endocrinologia e dermatologia) e conta com equipamentos de diagnósticos de última geração, plano de saúde próprio (com direito a tratamento periodontal), salas de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Hospital Veterinário Pet Care     
Unidade Ibirapuera: Av. República do Líbano, 270 – São Paulo
Unidade Pacaembu: Av. Pacaembu, 1839 – São Paulo
Unidade Morumbi: Av. Giovanni Gronchi, 3001 – São Paulo
Unidade Tatuapé: Rua Serra do Japi, 965 – São Paulo




Nenhum comentário:

Postar um comentário