terça-feira, 6 de maio de 2014

ALIMENTAÇÃO DE CÃES ADULTOS


Como todas as criaturas vivas, os cães precisam de uma dieta para se manterem saudáveis. Uma definição para alimento pode ser: “Qualquer sólido ou líquido que, quando ingerido pode nutrir um ser vivo.” Os componentes de um alimento, são chamados de nutrientes e os alimentos ou misturas alimentares, que são ingeridas atualmente são referidos como dieta. Os principais tipos de nutrientes contidos nos alimentos são:

·         Carboidratos – Fornecem energia ao corpo do animal, podendo ser convertida em gordura corpórea.
·         Lipídios – Que fornecem energia de forma mais concentrada, os lipídios agem como um veículo para as vitaminas lipossolúveis, como também para certos tipos de lipídios normalmente referidos com ácidos graxos essenciais (AGE) que são necessários para enormes funções do organismo e são importantes tal qual as vitaminas e minerais.
·         Proteínas – Importantes por carrear os aminoácidos que estão envolvidos no crescimento e na recuperação dos tecidos do corpo; podem também serem metabolizados para gerar energia.
·         Minerais – O cão necessita de uma série de minerais, a maioria dos alimentos comerciais balanceados contém estes minerais em fartas quantidades. As deficiências destes minerais são observadas em animais alimentados com dietas caseiras mal elaboradas e restos de comidas.
·         Vitaminas – Ajudam a regular os processos do organismo, e são dividido em duas categorias, as vitaminas lipossolúveis e hidrossolúveis. No primeiro grupo estão vitaminas A, D, E e K; no segundo grupo estão as vitaminas do complexo B e a vitamina C.

A maioria dos animais de estimação e adulta que moram principalmente dentro de casa, não estão em gestação, lactação, nem envolvidos em trabalho pesado; estão em um ambiente normal.

Em cães nesta situação geralmente terão um apetite suficiente normal para comer tudo o que eles precisam numa refeição por dia, e é o bastante para adotar um regime de uma refeição por dia. A vantagem de uma refeição por dia é que ela pode ser de um tamanho suficiente para satisfazer o apetite do animal, é maior a chance de controlar os erros de desperdício. É melhor evitar refeições no fim da tarde, isto porque os cães podem precisar fazer as fezes ou a urina dentro de algumas horas e isto poderá ser inconveniente nos horários mais tarde da madrugada, isto vale para cães que são criados dentro de casa como já foi dito. O número correto de refeições por dia, para qualquer cão, é aquele que o proprietário achar mais conveniente. É desejável estabelecer uma rotina e segui-la. As horas de refeição são o ponto alto de todos os dias e os cães rapidamente acostumam a serem alimentados na mesma hora.

O cão que trabalha é também adulto, mas que tem exigências mais variáveis, e muito maiores, de energia. Sua alimentação pode geralmente ser direta. Simplesmente fornecer mais do mesmo tipo de alimento, se houver um período de descanso durante o trabalho, é bom que se forneça uma pequena refeição nessa hora, reservando a refeição principal para depois do trabalho. A refeição principal deve ter 2/3 das necessidades diárias, e já que os cães estão frequentemente cansados, estes têm pouco apetite, os alimentos mais palatáveis devem ser incluídos.

A observação cuidadosa da aparência do animal e de seu comportamento permitirá ao proprietário identificar o nível correto de alimentação para seu animal, seus gostos e desagrados e, ainda, chegar a regimes alimentares satisfatórios.

Publicado na Bichos de Estimação – Ano II - nº 08 - Dr. Rômulo Vieira Lemos (Nutrição de cães).


CONCURSO SUPER KIT DE ACESSÓRIO PARA SEU CÃO

O Prêmio é uma Stop - Cerca Virtual



Prorrogada as inscrições do concurso: 

Envie as fotos até o dia 10 de maio de 2014.

Participe! Envie uma foto mostrando que seu Cão É Show.

Nenhum comentário:

Postar um comentário