Yorkshire Terrier: conheça mais sobre a raça

O Yorkshire é um animal agitado, enérgico, mas sem ser agressivo, o que o torna excelente companhia para brincar com crianças.





















Yorkshire Terrier é uma raça de pequeno porte originária da Grã-Bretanha por volta de 1850 e proveniente de cruzamentos entre o Velho Terrier Preto e Castanho, Maltês, Skye Terrier, entre outras raças. Sua função era principalmente a caça de pequenos animais dentro de casa, geralmente roedores, e eram colocados, muitas vezes, dentro dos berços junto às crianças para que os protegessem de ratazanas. Hoje em dia, o Yorkshire é basicamente um cão de companhia, mas o instinto caçador ainda é facilmente percebido pelo seu modo de brincar, especialmente com pequenos brinquedos.
Descrição
Como dito, é um cão de pequeno porte que, segundo o padrão oficial da raça, pode chegar a até 3.2 kg. De pelo longo, liso e castanho na cabeça e escuro ao longo do corpo, tem aparência compacta e proporcional, expressando-se como um animal alerta e inteligente.
Também de acordo com o padrão oficial, as orelhas do Yorkshire devem ser de formato triangular, em pé e sempre voltadas para frente. São olhos são escuros e brilhantes.


Temperamento
O Yorkshire é um animal agitado, enérgico, mas sem ser agressivo, o que o torna excelente companhia para brincar com crianças. Como é muito atento e tende a dar alarme de qualquer coisa, se não for educado desde filhote, seu latido pode trazer problemas com os vizinhos.
É muito fiel aos donos e gosta de acompanhar a família em passeios e caminhadas. Por ser muito inteligente, adapta-se a todos os ambientes, como apartamentos, casas com quintais, sítios, entre outros.
Cuidados higiênicos e de saúde
Embora, tenha os fios bem longos, essa raça solta pouco pelo, contribuindo para a limpeza do ambiente onde convive. Não precisa de banhos muito frequentes, mas, nessas ocasiões, é preciso secá-lo bem para que eles não sofram com a proliferação de fungos e bactérias devido à umidade. Requerem escovação diária para manter a beleza e saúde da pelagem e a tosa periódica é essencial, sobretudo a tosa higiênica. Nesta, “são aparados os pelos existentes na região perianal, entre as almofadas das patas, na região abdominal e os pelos próximos ao focinho e boca para evitar que o animal se suje ao se alimentar ou ingerir água. A tosa higiênica impede a ocorrência de acidentes, pois a retirada dos pelos da região das almofadas da sola das patas evita que o cão escorregue na própria pelagem”, explica Alessandra Sayegh Arreguy Silva, professora do Curso Online Banho e Tosa em Cães e Gatos da Universidade Online de Viçosa.
Outro ponto importante é a dentição dos Yorkshires. Como natural a todas as raças pequenas, eles tendem ao acúmulo de tártaro e doenças periodentais.
No geral, Yorkshires não apresentam muitos problemas de saúde. Entretanto, convém dizer que, com a crescente procura por animais cada vez menores, muitos criadores têm realizado cruzamentos que resultam em animais extremamente frágeis, propensos a fraturas e problemas nas articulações, como os Yorkshires Mini.
Conheça os cursos da Universidade Online de Viçosa da área Pet.
Fonte: Faz Fácil - fazfacil.com.br
Por Bruna Falcone Zauza

Nenhum comentário:

Postar um comentário